segunda-feira, 2 de junho de 2008

Turminha da sala 801

"Cara, eu nem acredito que daqui a pouco, quando eu a encontrar, vou fazer uma pergunta a ela que mudará a minha vida e a dela: vou pedí-la em casamento. Sei que em questões estéticas, aqui, o calçadão não é um lugar muito apropriado, mas foi aqui a primeira vez que eu a vi.

Já passou tanto tempo, vivemos tantas coisas; mas lembro-me como se fosse ontem, se eu fechar os olhos posso sentir exatamente o que eu senti naquela noite: minha boca secou, minhas mãos suaram, fiquei estático, parei de pensar em tudo, só conseguia pensar naquele lindo rosto.

Vou contar-lhe melhor a história:

Final do ano de 2005, logo após uma viagem da escola que até então eu estudava, estava eu voltando para a minha casa com alguns amigos, foi aí que eu a vi caminhando e senti tudo o que eu já disse, creio eu que a recíproca foi verdadeira, meus amigos não entenderam o que havia acontecido, e nem eu. Não tive coragem de conversar com ela - e nem consiguiria.

Cheguei em casa, com raiva de mim mesmo por não tê-la acompanhado em sua caminhada, pensei que nunca mais fosse vê-la novamente, mas era ela que Deus queria pra mim. E então, no domingo após o ocorrido, eu a vejo na minha igreja e na hora de cumprimentar os visitantes u fui ao encontro dela (tomado por um incrível impulso), logo de cara apresentei-me e, gaguejando, perguntei-lhe o nome e ela disse, Adriana.

Ao ouvir aquela voz, mais bela e suave que tudo que eu já tinha ouvido, eu viajei, saí do meu corpo e voltei, senti uma paz indefinível, tudo em uma fração de segundos, sentei-me ao seu lado e, ao término da mensagem eu puxei conversa com ela ali mesmo, vimos que nos damos muito bem, conversamos tanto que quando nos demos conta a igreja estava vazia e o zelador quase nos expulsando a tapa, levei-a em casa, peguei seu telefone e fui para a minha casa.

Logo no dia seguinte, eu liguei para ela e marcamos de nós irmos ao cinema e assim aconteceu, e por muitas outras vezes nós saímos. Até que na virada do ano, aconteceu nosso primeiro beijo, isso foi a primeira coisa que eu fiz, não tinha cumprimentado ninguém, nem mesmo a ela, simplesmente puxei-a e a beijei, na frente de todos.

A partir daí, as coisas simplesmente fluíram, passamos por antas coisas juntos, tantas coisas boas, nem se eu gastasse um bloco de folhas de fichário todo e não só uma folha, daria para te passar tudo que vivemos.

É agora, ela chegou: Adriana, eu te amo, passamos por tantas coisas juntos, parece até um sonho eu estar com você e eu quero prolongá-lo pelo resto de nossas vidas, você...

- Diego, acorde, você tem que ir para a escola.

- ... quer se casar comigo?

- Eu já sou casada, você se atrasou 26 anos.

- Ah, é você, mãe.

- Quem você queria que fosse?

- Adriana.

- Quem!?

- Vamos, levante.

- Tá bom, já vou.

Que viajem que eu tive, ou melhor, nem viajei!

Ainda estou em agosto, falta algum tempo pra viajar com a escola, quanto mais encontrar a mulher da minha vida!"



*************


Fiz esse texto na minha 8ª série, a pedido de minha professora de Português. O problema é que ela gostou tanto que o leu na sala, pra todo mundo. Nossa, foi maior vergonha na época...

Minha mão coçou pra mudar muita coisa - muito erro de Português, inclusive -, mas eu manti-me firme; queria mudar o nome da garota para Carol, seria muito mais apropriado para o momento que Deus tá me proporcionando.

Mas sua infinita misericórdia fica pra outra xícara.


*************


Bons tempos, em que eu era da sala do Almir...


*************

5 comentários:

paulinha disse...

sempre irei dizer que eu amo você!
menino!? você já era assim na 8° série?! não dá pra dizer o quanto isso é incrível... CARACA! imagina quando você casar. a menina vai ficar o dia inteiro dizendo: obrigada Senhor pela benção imensunrável!

!percio disse...

Cara; eu mudaria o nome dela pra Durocka; seria um belo nome pra ma garota.
(Nuuuuusssss...)

Lilian Pires disse...

Nossa, muito bom!
8ª Série?!
Parabénss... muit legal o texto!
Tô imaginando sua cara na hora que a profª leu o texto na turma... rsrs

priscila disse...

oiii!! Poxa adorei seu blog,mt criativo e super interessante principalmente a parte das pedras...ah e vc é bm romantico,q bom q ainda tm garotos q ligam pra esses tipos de coisas!!rsrs

bjinhoo
Priscila Pezzino (angra)

priscila disse...

oiii!! Poxa adorei seu blog,mt criativo e super interessante principalmente a parte das pedras...ah e vc é bm romantico,q bom q ainda tm garotos q ligam pra esses tipos de coisas!!rsrs

bjinhoo
Priscila Pezzino (angra)